Notícias

2019-12-17
Saúde mental com "reforço claro" no Orçamento do Estado, garante ministra
"A ministra da Saúde avançou, este sábado, que o Orçamento do Estado para 2020 irá ter um "reforço claro" na saúde mental, reconhecendo a existência de um "bom programa nacional" com necessidade de ser implementado. "Vale a pensa sublinhar a propósito de Orçamento, que o de 2020, no qual estamos a trabalhar, terá um reforço claro para aquilo que hoje viemos aqui discutir, que é a saúde mental", disse Marta Temido. A ministra da Saúde falava aos jornalistas à margem do 5.º Encontro Nacional do Primeiro Episódio Psicótico, que decorre hoje em Lisboa, organizado pela Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, dedicado ao tema "Priorizar cuidados na doença mental grave: intervenção precoce na psicose". Segundo Marta Temido, trata-se de "uma preocupação muito evidente com aquilo que são as respostas na comunidade e as respostas de proximidade, e a intervenção precoce nos problemas de saúde mental". A ministra da Saúde identificou a existência no país de "um bom programa nacional de saúde mental", mas que tem "necessidade de ser implementado", sendo esse o "maior desafio". "Estamos atrasados enquanto país na sua implementação, o nosso foco a nossa prioridade é a área da intervenção comunitária, da implementação das equipas comunitárias de saúde mental, em termos regionais", reconheceu. De acordo com Marta Temido, será implementada "uma equipa de adultos e uma para a área da infância e adolescência por cada administração regional de saúde", esperando que essa concretização seja realizada "a muito curto prazo". Por outro lado, a ministra da Saúde assume também a necessidade de serem melhoradas "as condições das unidades psiquiatria forense", além da instalação de "internamentos de agudos em quatro hospitais gerais do país" que ainda não possuem essa valência e cuja resposta tem sido "adiada há muitos anos". "Precisamos de médicos de especialistas de psiquiatria e saúde mental, de pedopsiquiatria, mas também de outros técnicos", disse a ministra, reconhecendo que se trata de uma "área paradigmática naquilo que é a intervenção em ação multidisciplinar". O 5.º Encontro Nacional do Primeiro Episódio Psicótico tem, de acordo com a organização, o intuito promover a discussão sobre o tema através da reunião de profissionais de saúde ligados às áreas de psicologia, psiquiatria, enfermagem, entre outros. Entre os temas dos cursos ministrados no primeiro dia do encontro estão a "Terapia cognitivo-comportamental no primeiro episódio psicótico", a "Avaliação no primeiro episódio psicótico: orientações para a prática clínica" e a "Intervenção Comunitária nas fases iniciais da psicose"." Fonte: https://www.jn.pt/nacional/saude-mental-com-reforco-claro-no-orcamento-do-estado-garante-ministra-11570534.html



www.quintadaspontes.com | geral@quintadaspontes.com | Telf.: 239 55 11 52
Associação Quinta das Pontes - Comunidade Socioterapêutica
© webdesign by criativo.net
Facebook